Siga-nos!

Política

Alvo de investigação na Receita, Gilmar Mendes aponta “abuso de poder”

Servidores da Receita serão investigados por divulgar relatório sobre o ministro

Publicado

em

Gilmar Mendes
Gilmar Mendes. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Publicidade

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes e de sua mulher, Guiomar, estão sendo investigados pela Receita Federal por “focos de corrupção, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio ou tráfico de influência”.

Segundo o relatório, a esposa do ministro teria declarado, segundo a Receita, dividendos ou lucros de um escritório de advocacia não registrados pela empresa.

Surpreso com a investigação, Mendes teria recorrido ao presidente do STF, Dias Toffoli, para cobrar investigação contra os fiscais que estariam “fazendo ilações” contra ele sem “quaisquer fatos concretos”.

“O que causa enorme estranhamento e merece pronto repúdio é o abuso de poder por agentes públicos para fins escusos, concretizado por meio de uma estratégia deliberada de ataque reputacional a alvos pré-determinados”, reclama o ministro.

Mendes também critica a divulgação do documento da Receita e declara que o órgão não é competente para realizar este tipo de apuração. “Para além da divulgação indevida desse documento por terceiros que não integram os quadros da Secretaria da Receita Federal, o que justifica cuidadosa apuração administrativa e criminal, fica claro que o objetivo da referida ‘Análise de Interesse Fiscal’ possui nítido viés de investigação criminal e aparentemente transborda do rol de atribuições dos servidores inominados”, afirmou o ministro.