Siga-nos!

Internacional

Alunos cristãos raptados por grupo islâmico são soltos em Camarões

Líder presbiteriano informa que escola será fechada por conta das constantes ameaças

Publicado

em

Fonki Samuel Forba
Publicidade

Os 79 estudantes sequestrados nesta segunda-feira (5) por um grupo radical islâmico em uma escola evangélica de Camarões, foram libertados esta manhã, informou o pastor Fonki Samuel Forba, líder da Igreja Presbiteriana do país.

Os alunos e alunas, com idade variando entre 11 e 17 anos de idade, foram deixados pelos soldados em uma igreja na cidade de Bafut, a cerca de 24 quilômetros de Bamenda, local onde foram raptados dois dias atrás.

“Os estudantes parecem cansados e psicologicamente torturados”, revelou Forba a AP, que comemora as “orações respondidas”. Apesar de estar feliz com a libertação, ele diz que acatou a exigência do grupo extremista “Meninos de Amba” e fechou a escola, que tem cerca de 700 alunos.

Ele também lamenta que o diretor da escola, o motorista e um professor ainda estão em cativeiro e não há detalhes sobre sua condição de saúde.

Forba explica que esse é a segunda vez que alunos de sua escola foram sequestrados por grupos armados. Na primeira ocasião, em 31 de outubro, 11 estudantes foram raptados. A igreja pagou o resgate de quase US$ 4 mil. Desta vez não houve pagamento aos radicais.

Publicidade

“Nossa segurança não é garantida pelo Estado e os grupos armados constantemente nos atacam e sequestram”, desabafou o líder presbiteriano.

Trending