Siga-nos!

Internacional

Alemanha aconselha judeus a não usarem quipá em público

Medida visa reduzir o número de ataques contra judeus que vem crescendo no país

Avatar

em

Homem com quipá. (Foto: Frank Rumpenhorst / dpa / AFP)

Os judeus que moram na Alemanha foram orientados pelo governo a não usarem mais o quipá em público. O conselho foi dado pelo comissário de antissemitismo do país, Felix Klein, como uma das formas de reduzir ataques aos judeus.

“Não posso aconselhar aos judeus que usem o quipá em todos os lugares da Alemanha o tempo inteiro. Infelizmente preciso dizer isso”, disse Felix Klein, segundo o jornal “Die West”.

O quipá é uma peça religiosa usada pelos homens judeus, um item tradicional colocado na cabeça que faz parte do dia a dia dos religiosos e que é usado para identificá-los.

Com o aumento dos ataques contra judeus na Alemanha, o governo tenta criar formas de reduzir esses números muitas vezes atrelados ao crescimento de imigrantes muçulmanos, como afirmou o ministro das Relações Exteriores do país, Heiko Maas.

Desde 2015, mais de 1 milhão de pedidos de asilos foram feitos na Alemanha, a grande maioria dos imigrantes fugiam da guerra da Síria.

“Muitas das pessoas que vieram para cá já tinham, desde cedo, introjetado clichês antissemitas”, afirmou Maas. Segundo o ministro, esse preconceito não se perdeu com a passagem pela fronteira.

Ainda assim, o ministro se coloca preocupado quanto ao preconceito contra muçulmanos. “Em uma Europa livre e tolerante, nós precisamos proteger de ofensas uma mulher cobrindo a cabeça tanto quanto um homem usando um quipá”, lembrou.

Publicidade