Siga-nos!

Política

Alcolumbre ironiza pressão por segunda instância

Presidente do Senado parece não se importar com a vontade do povo

Neto Gregório

em

Davi Alcolumbre e Dias Toffoli. (Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

Questionado sobre a pressão de senadores para que paute uma proposta para prisão após condenação em segunda instância, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), ironizou a questão.

Alheio a vontade popular, manifesta em atos pelo país no último sábado (9), Alcolumbre “propôs” uma nova Assembleia Nacional Constituinte, quando interrogado por jornalistas sobre Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para autorizar a execução provisória da pena.

“A gente não pode priorizar uma matéria em detrimento de outra matéria”, afirmou o senador, segundo o jornal O Globo, dando a entender que prender condenados em segunda instância não é tão importante assim.

“A gente vai conversar sobre todos os assuntos que estão em tramitação, mas a gente só vai pautar aquilo que tiver a conciliação da maioria”, finalizou se aliando a Rodrigo Maia e ao Centrão na disposição de atrasar o máximo a votação da pauta.

Publicidade