Siga-nos!

Sociedade

“Agradeço a Deus pelos 16 anos maravilhosos de tê-lo como filho”, diz pai de vítima

Com talento para desenhos, Samuel Melquíades ilustrou um livro religioso sobre superação

Publicado

em

Samuel Melquiades de Oliveira
Samuel Melquiades de Oliveira. (Foto: Reprodução / Redes Sociais)


Samuel Melquiades de Oliveira é uma das vítimas do massacre na escola em Suzano. Membro da Igreja Adventista, o jovem de 16 anos foi elogiado pelo seu pai, Gercialdo Melquíades.

“Era um menino extremamente amoroso e ativo; na igreja onde a gente frequenta ele gostava de estar sempre a frente, gostava de fazer e acontecer. Um menino de várias facetas, que me surpreendia a cada dia”.

Melquíades ainda agradeceu a Deus pelo tempo que pode estar ao lado do filho. “Eu só posso agradecer a Deus pelos 16 anos maravilhosos que Ele me concedeu tê-lo como filho”.

Samuel era conhecido por seu talento com desenhos, por isso seu sonho era cursar faculdade de designer.

Ele era responsável pelos desenhos da Escola Sabatina Ilustrada e foi ilustrador do livro “Como consertar um coração quebrado” (Editora Scortecci), do escritor Adriano Fonseca, que fala sobre superação.



Publicidade
Publicidade