Siga-nos!

igreja perseguida

Afeganistão do Talibã compete com a Coreia do Norte como pior perseguidor

Domínio do grupo terrorista intensifica perseguição aos cristãos.

em

Talibã no Afeganistão
Talibã no Afeganistão (Foto: Zabi Karimi/AP)

O Afeganistão é o lar de uma pequena minoria de cristãos que já foram brutalmente reprimidos pela agora extinta administração do ex-presidente Ashraf Ghani.

Anterior ao retorno do Talibã ao poder, o Afeganistão estava classificado em segundo lugar, perdendo apenas para a Coréia do Norte, na Lista Mundial de Perseguição da Portas Abertas, que apresenta os países com maior índice de abuso, opressão e violação os direitos humanos de cristãos e outras minorias religiosas

Após o retorno do Talibã ao poder em 15 de agosto, evidências rapidamente começaram a surgir de terroristas talibãs procurando cristãos para perseguir e matar. Afegãos encontrados com alguma evidência que são cristãos, como aplicativos de Bíblia em seus celulares, encaram execução imediata.

Porta-vozes talibãs têm insistido que o novo regime afegão será “inclusivo” de todos os setores da população do país, mas evitou explicitamente discutir a liberdade religiosa. Eles renomearam o país por si mesmos, o “Emirado Islâmico do Afeganistão”, e insistiram que governariam através da sharia, ou da lei islâmica, não deixando espaço para a diversidade religiosa.

A Portas Abertas confirmou que suas fontes também testemunharam inspeções porta a porta do Talibã para perseguir todos com conexões percebidas ou reais com o Ocidente. Muitas organizações jihadistas associam o Cristianismo em geral à cultura ocidental e a consideram uma aberração estrangeira.

“O Afeganistão é classificado como o segundo pior perseguidor de cristãos do mundo na Lista mundial do Open Doors 2021. Fica atrás apenas da Coreia do Norte em intensidade, gravidade e alcance de perseguição. A aquisição do Talibã adiciona outra camada de perseguição. Agora que os riscos e ameaças aumentaram, o Afeganistão rivaliza com a Coreia do Norte como o pior violador da liberdade religiosa no mundo”, explicou Amy Lamb, Diretora de Comunicações da Open Doors USA.

Lamb enfatiza também que a fina camada de proteção e justiça que cristãos afegãos tinham antes da tomada do poder agora desapareceu, e os cristãos agora procuram formas de como sobreviver.

Segundo o Breitbart, o talibã ainda não fez declarações públicas sobre a pandemia do coronavírus. Eles não têm um funcionário de saúde pública claramente designado e não indicaram que têm qualquer estratégia para combater a pandemia.

Você pode gostar
Será que o público entende quando você prega?
Adquira o curso que é focado em desenvolver e destravar a Oratória de futuros Líderes Cristãos.
SAIBA MAIS! »

Termine o ano memorizando a Bíblia!
Memorize os livros da Bíblia e suas passagens de um jeito super dinâmico. Fortaleça sua fé para comunicar a Palavra de Deus do jeito fácil!
SAIBA MAIS! »

Se capacite em administrar melhor suas finanças!
Veja como você pode ser mais próspero financeiramente à luz da Palavra de Deus.
SAIBA MAIS! »

Trending