Siga-nos!

Sociedade

“Acreditar na Bíblia é maluquice”, diz Fábio Porchat

Apesar das críticas, sócio do Porta dos Fundos diz que respeita a religiosidade das pessoas.

Avatar

em

Fábio Porchat
Fábio Porchat. (Foto: Reprodução / Porta dos Fundos)

Em entrevista à revista Trip, o humorista Fábio Porchat reafirmou seu ateísmo criticando a religião cristã, crença que é frequentemente atacada nas produções do seu canal no Youtube, o Portas dos Fundos.

Para ele, a fé em Deus faz parte de “uma grande invenção” e a Bíblia não deve ser lida como um “código de conduta”. “Eu não acredito em nada. De Deus a astrologia, acho tudo uma grande invenção para as pessoas justificarem a existência, suportarem a vida, que é horrível”, afirmou.

Ele declarou não acreditar que Jesus é filho de Deus, mas entende, que Cristo “foi um cara maneiro para caramba”. Porchat também ofende quem crê na Bíblia.

“Acho uma maluquice as pessoas acreditarem na Bíblia. Uma coisa é ler como uma série de histórias inspiradoras. Se as coisas mudaram de 30 anos para cá, imagina nos últimos dois milênios. Como é possível pegar um livro escrito há 2 mil anos, ler aquilo e seguir como código de conduta?”, questionou.

Apesar de todas as críticas e ofensas, o humorista diz respeitar a religiosidade das pessoas.

“É lógico que respeito a religiosidade das pessoas, cada um acredita no que fizer melhor para si. Só não acho que religião deva influenciar outros assuntos importantes”, declarou ele que logo criticou a atuação da bancada evangélica no Congresso.

Publicidade