Siga-nos!

Opinião

A revolução do Instagram

Acabaram as curtidas!

Maycson Rodrigues

em

Celular com Instagram. (Photo by Luke van Zyl on Unsplash)

Num mundo tão hedonista e viciado em imagem (a própria), precisamos celebrar um avanço que poderá revolucionar a geração que está por vir. Talvez a juventude dos próximos cinco anos consiga ser mais produtiva e se poderá ocupar com atividades mais relevantes para suas vidas.

Agora, você não vê no aplicativo quem curtiu o que o outro publicou. O que isso significa? Significa que agora a vaidade terá menos vazão no coração dos usuários e o que vai valer mesmo é o conteúdo que está para além da forma.

As redes sociais estão roubando não apenas o tempo, mas a alma das pessoas. Tem muita gente que está adoecendo existencialmente por causa da sede por visibilidade e aceitação. Tais aplicativos estão tomando espaço de um tempo precioso de leitura, meditação e até mesmo descanso.

No entanto, não é necessário abandonar definitivamente todas as redes sociais. Elas possuem seu valor utilitário. O problema é quando o usuário não possui o equilíbrio nem a maturidade necessária para lidar com esta ferramenta que é bastante válida para os tempos atuais.

Vá para o Instagram!

Essa novidade tão positiva ainda é uma exclusividade deste aplicativo. Além de te ajudar a ficar menos tempo conectado, o Instagram agora te ajuda a não se ocupar mais com publicações vazias, que somente massagearão o seu ego.

Você será forçado lá a investir mais nas descrições das fotos, para que os que te seguem de fato recebam algum conteúdo útil e válido.

Deixe um pouco de lado as outras redes e experimente publicar coisas produtivas e edificantes nessa rede social.

Aposte mais no modo de uso que vai te gerar algum tipo de benefício real, seja no testemunho de um seguidor que refletiu naquilo que você escreveu, seja num cliente que será atraído por sua oferta de algum produto ou serviço ou mesmo o próprio Deus, que te recompensará em secreto porque você estará usando tal aplicativo para Sua glória – e este será o maior benefício que você ganhará ao usar as coisas da maneira certa.

Lembre-se: usamos as coisas e amamos as pessoas, não o contrário.

Aproveite para minimizar o tempo inútil e improdutivo que você gasta nas redes. Que elas tenham “UTILIDADE” (qualidade daquilo que eu uso sem abusar) e sejam menos vitais em sua [e em minha] vida.

Casado com Ana Talita, seminarista e colunista no site Gospel Prime. É pregador do evangelho, palestrante para família e casais, compositor, escritor, músico, serve no ministério dos adolescentes e dos homens da Betânia Igreja Batista (Sulacap - RJ) e no ministério paraeclesiástico chamado Entre Jovens. Em 2016, publicou um livro intitulado “Aos maridos: princípios do casamento para quem deseja ouvir”.