Siga-nos!

devocional

A marca do intercessor

O que Jesus nos ensina na Oração Sacerdotal.

José Brissos-Lino

em

Homem de joelhos fazendo uma oração (Aaron Burden / Unsplash)

Não estamos sós. Jesus é o nosso modelo de intercessor, mas precisam-se também intercessores humanos. A chamada oração sacerdotal de Jesus em João 17 é um tratado sobre intercessão.

Caracterização dum intercessor (segundo Jesus): 

Humilde 

v7: “Agora sabem que tudo quanto me deste provém de ti”; 

Fiel 

revela-nos a vontade do Pai, v8: “porque eu lhes dei as palavras que tu me deste, e eles as receberam, e verdadeiramente conheceram que saí de ti, e creram que tu me enviaste.” 

Abençoador 

pede ao Pai que nos abençoe, v9: “Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me tens dado, porque são teus;”

Sábio 

tem discernimento para não pedir ao Pai o nosso afastamento do mundo, mas sim protecção, v11a: “Eu não estou mais no mundo; mas eles estão no mundo, e eu vou para ti. Pai santo, guarda-os no teu nome, o qual me deste (…)” v15: “Não rogo que os tires do mundo, mas que os guardes do Maligno.”

 Defensor da unidade 

v11b: “(…) o qual me deste, para que eles sejam um, assim como nós.”

v21: “para que todos sejam um; assim como tu, ó Pai, és em mim, e eu em ti, que também eles sejam um em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste.”

v22: “E eu lhes dei a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um;”

v23: “eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, a fim de que o mundo conheça que tu me enviaste, e que os amaste a eles, assim como me amaste a mim.”

Perseverante

  v12: “Enquanto eu estava com eles, eu os guardava no teu nome que me deste; e os conservei, e nenhum deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que se cumprisse a Escritura.”

Promotor do gozo de Deus 

 v13: “Mas agora vou para ti; e isto falo no mundo, para que eles tenham a minha alegria completa em si mesmos.”

Comprometido com a Palavra 

 v14: “Eu lhes dei a tua palavra; e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo.”

 Precisam-se intercessores.

Nasceu em Lisboa (1954), é casado, tem dois filhos e um neto. Doutorado em Psicologia, Especialista em Ética e em Ciência das Religiões, é director do Mestrado em Ciência das Religiões na Universidade Lusófona, em Lisboa, coordenador do Instituto de Cristianismo Contemporâneo e investigador.

Trending