Siga-nos!

Política

“A esquerda é defensora de tudo que é abominável”, afirma Damares

Ministra rebateu críticas do deputado David Miranda.

em

Damares Alves. (Foto: José Cruz / Agência Brasil)

A ministra da Mulher Família e Direitos Humanos, Damares Alves, subiu o tom ao se referir a esquerda, após ter sido acusada de racismo pelo deputado David Miranda (PSOL-RJ), devido sua posição contrária ao infanticídio cometido por indígenas.

O deputado carioca, que herdou o cargo do ex-deputado Jean Wyllys, criticou a ministra pela sua atuação em defesa das crianças que são sacrificadas em rituais em tribos do país.

Damares usou as redes sociais para rebater às críticas de partidos de esquerda e chegou a afirmar sentir “nojo” do PSOL, ao qual Miranda faz parte.

“A esquerda é defensora de tudo que é abominável. David Miranda, cria do PSOL, criticou a ministra Damares por defender crianças indígenas de rituais de infanticídio. Tenho nojo do PSOL”, declarou Damares.

Além do deputado David Miranda, também criticaram o trabalho da ministra a deputada Maria do Rosário  (PT-RS) e o deputado Júlio Delgado (PSB-MG).

Publicidade