Siga-nos!

Opinião

A adoração e o trabalho

Deus não é adorado só nos templos.

Maycson Rodrigues

em

Trabalhadores. (Photo by sol on Unsplash)
Publicidade

Esperamos o domingo para ir à igreja a fim de “adorar o Pai em espírito e em verdade (Jo 4.23)”. No entanto, deveríamos nos atentar para o fato de que o Pai quer ser adorado por nós em outros contextos e locais.

A ética protestante do trabalho se consiste em afirmar que o Reino de Cristo abrange todas as esferas da existência humana, de modo que todo cristão é um sacerdote de Deus, por meio da mediação de Cristo Jesus. Assim, o funcionário que bate cartão todo dia útil e o supervisor de um setor “x” de uma empresa não são menos espirituais que o pastor ou o teólogo.

Leia mais...

Continua depois da Publicidade

É um erro separarmos a ideia de adoração e a ideia de trabalho, pois Deus não vê assim. O trabalho precede a Queda; logo, não é uma prática pecaminosa. O pecado está em trabalhar para um fim que não seja a glória de Deus.

Trabalhamos não apenas para ganhar dinheiro ou conseguir conforto e benefício pessoal. Trabalhamos para Ele, para que o Seu nome seja honrado no meio dos incrédulos.

Não há nada mais fenomenológico do que um cristão que brilha a luz do evangelho em ambientes não religiosos. Quando você expressa a nova identidade que é Jesus Cristo em seu local de trabalho, saiba que isto é adoração para Deus.

Deus é adorado no serviço. Adorado quando servimos ao próximo, mas adorado também quando servimos à sociedade com nossa contribuição laboral e profissional. Deus recebe o louvor do seu povo na multiforme expressão que cada um consegue ofertar a Ele.

Continua depois da Publicidade

No dia do trabalho ou do trabalhador, deixo ao leitor algumas reflexões sobre a importância do trabalho para a ordenação litúrgica do nosso coração, a fim de que tudo em nós adore ao Senhor (Sl 103):

  • O trabalho me aproxima das pessoas. E as pessoas são um alvo missionário do cristão.
  • O trabalho aquiesce à alma, pois quando cumpro uma tarefa com honestidade, posso me alegrar no Senhor.
  • O trabalho me dá senso de pertencimento.
  • O trabalho dignifica-me e faz florescer minha humanidade.
  • O trabalho pode ser um poderoso caminho para uma maior comunhão com o Espírito Santo.
  • O trabalho me favorece junto ao Estado.
  • O trabalho significa a prática da Palavra em mim.
  • O trabalho mobiliza e viabiliza Missões.
  • O trabalho dá segurança em diversos níveis à família e fortalece o casamento.
  • O trabalho é uma expressão visível do evangelho.
Publicidade

Casado com Ana Talita, seminarista e colunista no site Gospel Prime. É pregador do evangelho, palestrante para família e casais, compositor, escritor, músico, serve no ministério dos adolescentes e dos homens da Betânia Igreja Batista (Sulacap - RJ) e no ministério paraeclesiástico chamado Entre Jovens. Em 2016, publicou um livro intitulado “Aos maridos: princípios do casamento para quem deseja ouvir”.